Tiago Marques | Redação 96FM

O decreto assinado pelo prefeito de Guanambi, Jairo Magalhães, causou repercussão nacional. O site Guanambifm.com.br foi o primeiro veículo de comunicação a publicar a informação, logo outros sites da região e da capital começaram a compartilhar a notícia. Na manhã desta terça-feira (03) a notícias estava em todos os meios de comunicação do país.

Guanambi é um município desenvolvido, está localizado na região semiárida que é um oásis cheio de riquezas no sertão baiano. O sertanejo guanambiense trabalha em sua terra com a fé que as chuvas serão suficientes para fazer vingar a lavoura, mesmo acumulando anos de fracasso com as secas severas. O município de mais de 86 mil habitantes é um polo comercial e se transforma em um polo universitário, grandes obras são construídas nessas bandas. A forma estranha como o município chegou a grande mídia nas últimas horas não condiz com o progresso que anda por aqui.

Em Guanambi a notícia foi amplamente pautada nos noticiários das rádios, a 96FM registrou índices de audiência acima da média. O primeiro site nacional a compartilhar a notícia foi o Surrealista, especialista em notícias que consideradas surreais.

Os Jornais Correio da Bahia, A Tarde, O Globo, Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, Valor Econômico, as revista Veja e Exame, e mais uma infinidade de mídias, chegaram a manter a manchete em destaque nas páginas inicias de seus portais.

O caso chegou então à TV, os telejornais Bahia Meio Dia e o BATV da TV Bahia exibiram reportagens na edição desta terça-feira. A nível nacional, a matéria entrou na pauta do Jornal da Band. Na quarta-feira a reportagem da TV Sudoeste veio à Guanambi onde gravou com populares e com o prefeito.

Reportagem TV Bahia

Reportagem Jornal da Band

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/jornaldaband/videos/585410631663693/” width=”700″ height=”500″ onlyvideo=”1″]   O cartunista Adão do Jornal Folha de São Paulo elaborou uma charge onde simboliza a entrega da chave a Deus, mas o diabo acaba roubando-a.

No noticiário internacional a informação foi destaque no site russo Sputnik News que reproduziu parte da reportagem originalmente publicada no site da 96FM que teve dezenas de milhares de visitas nas últimas horas. Nos dias seguintes a notícia chegou a grandes agências de notícias que publicaram a matéria em sites do Uruguai, Chile, Argentina, México, Colômbia, República Dominicana, França e Espanha.

Nas redes sociais o assunto também repercutiu, foram milhares de mensagens criticando o ato do prefeito, a maioria dos internautas entendeu que o texto do decreto fere os princípios constitucionais da laicidade, uma vez que o prefeito foi eleito para governar para os cidadãos de todas as religiões, inclusive para os que não possuem religião. Algumas pessoas chegaram a elogiar a atitude do prefeito, ressaltando que se a cidade está com Deus está em boas mãos. No site de microblog Twitter, o termo “Guanambi” chegou a ficar entre as mais mencionadas pelos usuários no Brasil.

O religioso Edilson Dutra usou seu canal no Youtube para defender e elogiar a postura do prefeito de Guanambi. Em sua explanação, Edilson usa passagens bíblicas para justificar a suposta importância do decreto e foi além, disse que outros prefeitos deveriam seguir o exemplo de Jairo Magalhães.

O assunto chegou também ao Ministério Público. o procurador Rômulo Moreira fez uma representação nesta terça-feira (3), onde solicitou à procuradora geral, Edine Lousado, que entre com uma ação contra o prefeito Jairo Magalhães. A Procuradoria Geral de Justiça vai avaliar a representação do procurador e, caso seja aceita, haverá uma ação direta de inconstitucionalidade no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-BA) para anular o decreto. Nesta quarta-feira (04), o Mistério Público recomendou a revogação do decreto.

Políticos também comentaram o fato. O deputado Pastor Isidório (PDT) afirmou que o prefeito foi usado por Deus ao fazer o decreto. A deputada Fabíola Mansur (PSB) do mesmo partido de Jairo criticou o decreto, classificando-o como intolerante e preconceituoso, ela pede a imediata revogação do ato. Já a senadora Lídice da Mata, líder do PSB na Bahia, disse que o prefeito cometeu um erro, mas que já se desculpou e irá fazer uma administração que trará muitos benefícios para Guanambi. Instituições religiosas também manifestaram intenção de repudiarem oficialmente o ato.

Na quarta-feira (04), os deputados Pastor Isidório e apresentaram à mesa diretora da Assembléia Legislativa da Bahia, pedidos para que seja aprovada moção de aplausos ao prefeito Jairo Magalhães. O Conselho Estadual de Saúde e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial emitiram notas de repúdio.

Em nota, o prefeito Jairo Magalhães disse que não pretendia causar polêmica sobre religião ao assinar o decreto. Ele justificou que o ato simbólico não teve a intenção de ferir a laicidade e que foi inspirada no preâmbulo do texto constitucional, que invoca o nome de Deus. Jairo afirmou ainda que tem  harmonia e respeito com todos que professam, ou não, os mais variados credos.

Através da nota, Jairo pediu desculpas à aqueles que por ventura tenham se sentido ofendidos pelo decreto. O gestor de Guanambi conclui o esclarecimento com a afirmação de que a obrigação dele é de “governar para todos, primando pelo diálogo inter-religioso, sem distinção de qualquer natureza”, disse o prefeito.

Fizeram “macumba” para Jairo, disse pastor antes da eleição

A publicação do polêmico decreto de Jairo Magalhães pode ter uma motivação, durante um culto religioso realizado em Caetité, provavelmente no ano de 2015, um pastor evangélico começou a se direcionar em sua pregação à Jairo. O pastor disse várias vezes que havia “macumbas” contra o então pré-candidato em Guanambi. “Tem macumba em Guanambi, Deus foi lá em Guanambi hoje contou essa bruxaria, essa macumbaria”, diz o pastor.

O pastor fala que vê Jairo sentado na cadeira do gabinete. “Você vai sentar naquela cadeira, o homem queira ou não queira Deus vai cumprir… Deus tá entrando na prefeitura, Deus tá trabalhando, eu vi a parte do prefeito, eu vi exaltação, eu vi milagre… (línguas estranhas)… foi feito trabalho de macumba encomendado em Guanambi para acabar com a sua vida, eu vejo um pote que foi feito pra tu ficar (inaudível) em cima de uma cama… olhos os projetos sociais que você têm oh, olhos projetos, olha os projetos, olha uma mesa, olha uma cadeira… tô indo lá  no Cemitério, lá  em Guanambi, na rua 3, no número 8, tô cortando a macumba, to desfazendo hoje… chegou o tempo de você cantar o hino da vitória… eu via um hospital sendo construído, eu via muitos projetos sociais, eu via muitos assessores perto de você, Deus tem coisa grande pra você”, diz a pregação que é finalizada em línguas estranhas.

O áudio da pregação chegou a circular em grupos do Whatsapp logo após a eleição. Até o fechamento desta matéria não foi possível confirmar o nome do pastou.

Opinião do Redator

Quem conhece o prefeito Jairo Magalhães sabe que ele não é uma pessoa que demonstra qualquer tipo de preconceito, muito pelo contrário, seu perfil pode ser considerado conciliador. No entanto o seu primeiro decreto assinado não condiz com sua postura de homem público que foi votado por cidadãos de todas as religiões. Jairo terá os próximos quatro anos para poder desfazer através de seu trabalho a má impressão que causou com sua atitude de carácter típico pentecostal.

A intolerância religiosa foi tema da redação do último ENEM, o assunto é constantemente discutido no programa MIX 96 que vai ao ar ao meio dia. Um fato curioso a se destacar, é que as pessoas muitas vezes se mostram intolerantes quando se deparam com a intolerância. Os comentários desrespeitosos se propagam, quem defende o fim da intolerância passa a ser intolerante também. Fica a lição de que a melhor religião é aquele em que a pessoa se sente bem, e isso é uma decisão individual que jamais pode ser contestada por prefeito nenhum.

Apesar do estardalhaço na mídia, Jairo Magalhães disse estar tranquilo e que continua trabalhando para montar sua equipe para trabalhar para o município. nesta quarta-feira (04) ele tem agenda no gabinete, onde nomeará as 09h00 o vereador Hélio Lelé (PSB) para o cargo de secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

Veja a repercussão nos principais meios de comunicação:

Jornal Folha de São Paulo

Decreto de prefeito de cidade baiana entra cidade a Deus

Jornal O Estado de São Paulo

Em 1º ato, prefeito na BA entrega chave da cidade ao ‘Senhor Jesus Cristo’

Jornal O Globo

Prefeito do interior da Bahia entrega chave da cidade à Jesus Cristo em Decreto

Revista Veja

Prefeito Publica decreto que entrega chaves da cidade a Deus

Sputnik News – Rússia

Insólito: Alcalde en Brasil entrega la llave de la ciudad a Dios

G1/ Globo / TV Bahia

Prefeito de Guanambi decreta que cidade pertence a Deus

Imprensa Internacional

Colômbia: Un alcalde le ENTREGÓ a DIOS las llaves de la ciudad

Uruguai: Alcalde brasileño le entregó las llaves de la ciudad “a Dios”

Espanha: Un alcalde brasileño le entrega las llaves de su ciudad a Dios

Nicaráguá: Alcalde brasileño entrega “a Dios” las llaves de su ciudad y recoge tempestades

 Argentina: Guanambí, la ciudad brasileña que está en manos de Jesús Cristo

México: Alcalde brasileño entrega ‘a Dios’ las llaves de su ciudad

Chile: Alcalde brasileño entrega “a Dios” las llaves de su ciudad y recoge tempestades

Honduras: Alcalde brasileño entrega “a Dios” las llaves de su ciudad y recoge tempestades

Venezuela: Alcalde brasileño entrega “a Dios” las llaves de su ciudad y recoge tempestades

França: Brésil: un maire remet les clés de sa ville “à Dieu”

Veja alguns Memes que surgiram na rede:

O Brasil é considerado uma potência mundial em criação de memes, figuras da internet que tem intenção humorística. A internet não perdoa e não perdoou Jairo, muitas imagens “trolando” o prefeito foram parar nas redes sociais. (Confira abaixo)

 

Veja Alguns comentários nas redes sociais:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui