Redação 96FM

Começou em todo o Brasil nesta segunda-feira (09) a campanha nacional de vacinação contra o papiloma vírus humano (HPV), destinada a meninos de 12 e 13 anos.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação não começou em alguns municípios que apresentaram dificuldade de armazenamento das doses e outros problemas relacionados à mudanças na gestão municipal, como demissão de equipes de saúde. O órgão informou que há estoque para suficiente para atender a todos os municípios.

Cerca de 280 mil meninos baianos devem receber a vacinação que será feita em duas doses, com intervalo de seis meses entre elas.

Na Bahia, a estimativa é vacinar 280 mil meninos de 12 e 13 anos, cerca de 45 mil em Salvador, no esquema de duas doses, com intervalo de seis meses entre elas. Para ser imunizado, basta levar documento de identificação com foto, cartão do SUS e cartão de vacinação.

Ainda não foi feito um levantamento sobre a procura dos adolescentes neste primeiro dia de vacinação. A prevensão do HPV é importante pois o vírus pode ser transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas, sobre tudo durante as relações sexuais. O vírus também pode ser transmitido de mãe para filho no momento do parto.

A vacina vige proteger contra o contra surgimento dos cânceres de pênis, garganta e ânus, doenças diretamente associadas ao HPV. A expectativa do Ministério é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos este ano, além de quase 100 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos que vivem com o HIV. Os portadores de HIV devem receber três doses da vacina e precisam de prescrição médica para serem vacinados.

Também haverá a  inclusão das meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses indicadas. A estimativa é de que 500 mil adolescentes estejam nessa situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui