Redação 96FM

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) recebeu da Samarco, um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) para Fundão, localizada em Mariana na Região Central do Estado de Minas Gerais.

Em 05 de Novembro a barragem de resíduos de mineração se rompeu causando o maior desastre ambiental brasileiro, matando dezenove pessoas, destruindo distritos de Mariana e devastando o município de Barra Longa, até atingir e contaminar o rio Doce da sua formação até a foz no Espírito Santo.

O plano foi uma exigência da Semad e visa a remoção dos resíduos e o reflorestamento das áreas devastadas. O documento propõe ações para estabilização definitiva das encostas, das estruturas e dos 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos remanescentes, e para revegetação da área, conforme a Samarco, empresa pertencente à Vale e à BHP Billiton. A secretaria analisa o plano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui