Redação 96FM

Respaldado por uma decisão judicial, Messias Aguiar (PMDB)  de 34 anos tomou posse como vereador no município de Ubaitaba no Sul Baiano. Ele foi preso com quase 300 Kg de droga um dia após ser eleito vereador na cidade como o mais votado com 571 votos.

Messias foi levado para posse em uma viatura do sistema prisional. Ele chegou sorrindo ao local, vestindo um terno sobre o uniforme da penitenciária e com uma das mãos algemadas. Ao assinar o termo de posse ele foi aplaudido por populares que estavam presentes na Câmara de Vereadores. “Eu, eu, eu, Messias apareceu”, cantava seus correligionários. Messias disse durante a posse que nunca usou, comprou ou vendeu drogas.

Na semana passada o vereador foi diplomado pela Justiça Eleitoral mediante procuração. Ele teria até o domingo (15) para tomar posse, se não fosse liberado do Cojunto Penal de Valença onde permanece preso, seu suplente seria empossado. Rogério Andrade, advogada do vereador, disse seu cliente é inocente e que não tem relação com o tráfico de drogas. Segundo o advogado, a operação aconteceu em um município e seu cliente foi preso em outro.

A 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Ilhéus) informou que a campanha de Messias foi financiada pelo tráfico. A fazenda onde foram encontradas as drogas não foi declarada ao TSE pelo vereador, no entanto um funcionário afirmou que a propriedade pertence à Messias.

Assista a reportagem no G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui