Globo Rural

Uma horta com canteiros circulares e um galinheiro no centro, que não precisa de uma grande área. essa produção integrada está aumentando a renda de pequenos agricultores do Rio de Janeiro.

Aquela saladinha arrumada com capricho no prato. Você sabe de onde vem? Onde ela é cultivada? A horta veio do José e da Mônica. Estamos no município de Paraíba do Sul no Rio de Janeiro. A área do casal tem dois hectares e uma grande variedade de produtos. Couve, alho poró, cenoura, alface.

O diferencial da chácara está em um cantinho. São 400 metros quadrados com canteiros circulares e hortaliças de ciclo curto. Além disso, tem um galinheiro para a produção de ovos. Só esta pequena área reponde por um terço da produção de toda a propriedade.

O formato com canteiros circulares é chamado de mandala. Mandala é uma palavra que vem do sânscrito e significa círculo. “O sistema mandala foi elaborado em Pernambuco por um grupo de jovens da universidade. São nove canteiros e no centro dos canteiros tem um reservatório de água, pode ser cultivado com peixes ou não”, explica Leonardo Oliveira de Souza, zootecnista.

Ao invés do reservatório de água, tem o galinheiro. Foi uma adaptação feita para um projeto chamado de PAIS, Produção Agroecológica Integrada e Sustentável. No começo, José desconfiou desse tal canteiro redondo, mas ele abraçou a ideia, que também inclui o cultivo sem uso de veneno.

Confira como a mandala funciona no vídeo acima. Se você se interessou e quer saber como montar a sua mandala com galinheiro, acesse a Cartilha do PAIS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui