Redação 96FM

Mesmo com desgastes enfrentados na Câmara Municipal de Salvador por ter dito, no Carnaval, que o “crime organizado está lá dentro”, o vereador Igor Kannário (PHS) apresentou um pacote com seis projetos de lei que surpreendeu de forma positiva parte de seus colegas.

De acordo com o portal A Tarde, o pacote traz para os holofotes a principal vitrine de campanha do pagodeiro: trabalhar pelo povo e superar as expectativas de quem acreditou nele.

Ainda segundo o A Tarde, Kannário não tem tido vida fácil na Câmara. Tem colega que não desgruda o olho do painel para saber se ele marcou presença. Embora a maioria dos vereadores, ouvidos pela reportagem do portal referido, admitisse não estar a par da íntegra dos textos, os temas defendidos por Kannário agradaram alguns deles.

Avaliação dos vereadores 

Para o vereador José Trindade (PSL), líder da oposição, chamaram atenção a qualidade técnica e as justificativas dos projetos. “Gostei. Tecnicamente me parecem projetos bons, que tratam de educação e da área social, que são sempre bons e são as áreas pelas quais ele prometeu trabalhar”, explicou.

“Confesso que ainda não apreciei os projetos a fundo. Mas sempre vejo com bons olhos quando o parlamentar exerce o seu papel”, comentou o presidente da Câmara, Leo Prates (DEM). Antes de chegar ao plenário, o pacote será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça. Kannario não foi localizado até o fechamento desta edição.

O pacote do “Príncipe do Gueto” inclui projetos que abrangem políticas públicas em favor da educação infantil e de inclusão social. Confira:

PROJETO DE LEI Nº 156/17  Estabelece controle na venda de ácidos em Salvador.

PROJETO DE LEI Nº 157/17  Institui o programa Cinema nas Escolas e Creches da rede pública municipal.

PROJETO DE LEI Nº 158/17  Propõe a publicação eletrônica da lista de espera em creches e escolas infantis.

PROJETO DE LEI Nº 159/17  Dispõe sobre gratuidade no sistema de transporte a portadores de lúpus.

PROJETO DE LEI Nº 160/17 Propõe o programa Jovem Empreendedor, com desconto tributário para jovens que vivem em condição de vulnerabilidade e querem empreender.

PROJETO DE LEI Nº 161/17  Propõe a criação da Semana de Combate à Exploração Sexual Infantil nas escolas da rede municipal.

Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui