A deputada Ivana Bastos prestou homenagens ao município de Pindaí, que completa 55 anos neste 07 de abril. Na Moção de Congratulação apresentada pela parlamentar, ela lembra alguns ilustres escritores como Teixeirinha, que atestam que a origem do município é na antiga Fazenda Tapera, ainda existente.

A deputada também declarou ter orgulho de representar a cidade no Legislativo estadual. “Continuamos na luta para juntos conseguirmos os pleitos e anseios dos pindaienses, apresentados pela sociedade local, visando o desenvolvimento social e econômico desse importante município baiano que compõe a microrregião de Guanambi”, afirmou, completando “nunca é demais ressaltar e reafirmar o nosso orgulho em representar a população de Pindaí nesta Casa, colocando sempre o nosso mandato à disposição de todos”, afirmou.

HistóriaO município de Pindaí se formou a partir da Vila de Gameleira, nome dado pelos moradores devido a grande presença da árvore de mesmo nome nesta localidade. Também, a antiga feira livre, hoje relembrada como “feira velha do antigo barracão” que acontecia no centro da atual Praça Luiz Eduardo, antiga Praça do Esporte, era ponto forte de comércio dos moradores, tropeiros e viajantes vindos de toda a região, o que contribuiu fortemente para desenvolvimento comercial da vila.

O nome de Pindaí é de origem indígena – do Tupi-Guarani – Rio da Pesca ou Rio do Anzol, e foi dado pela ilustre professora caetiteense, Eponina Zita, mas que na época trabalhava em Urandi. Tal mudança se baseava na Lei Estadual 12.978, de 01 de junho de 1944, que determinava a modificação dos nomes de cidades e distritos que tivessem nomes idênticos. Este nome permaneceu até o ano de 1965 quando foi apresentado, devido a grande produção de algodão que existia no município na época, o nome de Ouro Branco, porém esta última denominação não foi oficializada.

Pindaí desmembrou-se de Urandi pela Lei Estadual 1.617 de 13 de fevereiro de 1962 publicada no Diário Oficial do estado da Bahia no dia 20 de fevereiro de 1962. Assim ficou com o Distrito de Guirapá pertencente ao seu território.

Fonte: Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui