A seca que atinge os municípios baianos tem causado prejuízos devastadores para o estado. A população do município de Dom Basílio tem visto de perto os resultados da pior seca dos últimos 100 anos. “Dom Basílio vive um momento muito difícil. A estiagem que assola a região é devastadora, castiga sem piedade toda a população local. Aproximadamente 12,6 mil pessoas sofrem com os efeitos da falta d’água”, pontuou a deputada Ivana Bastos.
Com o objetivo de amenizar as consequências da seca, a deputada Ivana Bastos e o prefeito Roberval Meira tem conquistado ações junto ao Governo do Estado. “Desde 2016 que o município renova, infelizmente, o decreto que o coloca em estado de emergência. Esse decreto possibilita que briguemos por algumas medidas emergenciais, tais como: carros-pipa, ampliação de sistemas, liberação de equipamentos, entre outros”, explicou a parlamentar.
Ações emergenciais
Só nas últimas semanas, a parlamentar e o prefeito conseguiram a ampliação do sistema de abastecimento de água da comunidade de Fazendinha, que atenderá também outras comunidades. Esse reforço foi possível após a entrega, pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), através da CERB, de mais de 11.400 metros de tubos.

Outro investimento garantido para o município foi o abastecimento emergencial de água potável, com a liberação de um convênio, realizado entre a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) e a prefeitura, no valor de quase R$ 100 mil para a aquisição de carros-pipa. O convênio foi publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (04).
Ações a longo prazo
Para garantir que o município não sofra com os períodos de estiagem, uma solução vem sendo pauta das audiências na SIHS: a construção da Barragem do Pastim, além de uma adutora e uma estação de tratamento de água. “Todo o projeto está sendo desenvolvido, com o total apoio e conhecimento do competente prefeito Roberval Meira, e estamos lutando junto aos órgãos do estado para que o recurso seja viabilizado, e assim os grandes prejuízos com problema da seca no município sejam coisas do passado”, concluiu a parlamentar.

Fonte: Assessoria de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui